Nossa História

Nossa história na produção de cervejas começou em janeiro de 2012, como hobby, em panelas que produziam, no máximo, 40 litros de cerveja.

Com o nome de Cosa Nostra, começou a ser ofertada a alguns amigos, que não só gostaram do resultado, como também incentivaram o aumento da produção e sua comercialização. Ampliamos o equipamento, para um máximo de 80 litros, e começamos a vendê-las a amigos, transformando-o em um hobby auto sustentável.

Nesse período, estudamos muito o processo de produção, com diversos cursos e livros, produzimos mais de 100 lotes de 22 estilos diferentes, todos com ampla aceitação pelos consumidores, que além de aumentarem seus pedidos, recomendaram a terceiros, nos levando a não conseguir atender a toda a demanda e a pensar seriamente em constituir a empresa para produção inicialmente de forma cigana. Cá estamos!

Neste ínterim, não fizemos o registro do nome Cosa Nostra no INPI e este foi requisitado no final de 2015, forçando-nos à escolha de um novo nome. Desde então começamos a pensar em possíveis nomes, mas sempre com muita dificuldade de nos desapegarmos do Cosa Nostra, tentando seguir esta linha pensamos em outros nomes de máfias, mas nenhum nos cativou, até que surgiu o Carcamanos, que mantem o mesmo vínculo de nossa raiz italiana e, principalmente, estava livre para registro...

Quem Somos

Eduardo

Fala, Carcamanos! Meu nome é Eduardo, sou médico veterinário e entrei pro mundo das cervejas de verdade em 2009. No decorrer daquele ano, um grande amigo me disse que iria fazer cerveja em casa, "ficou maluco" - pensei, mas fiquei com aquilo na cabeça. Desde então, ele começou a me enviar links de cervejeiros caseiros produzindo suas bateladas, Henrik Boden, Leonardo Boto, ... Em abril de 2010 fiz um curso de produção de cerveja artesanal na Cervejaria Escola Taberna do Vale e em Maio do mesmo ano, fiz uma viagem para Irlanda e Escócia e, aí sim, me apaixonei! De volta a BH, me dediquei à experimentação de diversos rótulos e estilos, não saía do Mamãe Bebidas, hoje nosso parceiro.;) Janeiro de 2012 aconteceu a primeira brassagem, 12 horas de trabalho e a vontade de vender todo o equipamento que passei 1 ano e meio montando...rsrsrsrsr Mas, depois do processo concluído, a cerveja ficou muito boa e criamos coragem para mais uma brassagem. Daí em diante, passamos a dominar o processo cada vez mais e na 9ª brassagem já tínhamos trocado nosso equipamento de 40 Litros por um de 80 L, com fermentador cilindro-cônico, agitador elétrico e bombinhas por todos os lados.

Juliano

Salve, Carcamanos! Sou o Juliano, cientista da computação por formação e apaixonado por cervejas especiais desde 2012. Entrei nesse mundo de gaiato, dando apoio a meu irmão em sua primeira produção caseira. Desde então, muitas cervejas foram tomadas, com o exclusivo propósito pedagógico naturalmente, muitos livros lidos e encarada uma pós-graduação em Tecnologia Cervejeira, que serviu de base para aprofundar nesse universo, bem como lançar os alicerces da Carcamanos, nossa cervejaria cigana.

© 2017 - 2020 Cervejaria Carcamanos